Deputados vão aumentar seus preços para salvar Temer, após vídeo de Funaro

domingo, outubro 15, 2017




Avaliação realista feita por interlocutores do presidente da República Michel Temer neste fim de semana é que a divulgação de vídeos da delação do doleiro Lúcio Funaro não deve alterar a tendência da Câmara dos Deputados em arquivar a segunda denúncia feita pela Procuradoria Geral da Republica. Mas já começa a ser sentido um efeito colateral: o preço do apoio dos aliados aumentou com a exibição das imagens de Funaro.

O Palácio do Planalto já se prepara para uma nova rodada de cobrança, por aliados, de acertos feitos e que não foram cumpridos durante a votação da primeira denúncia, como nomeação de cargos e liberação de emendas. "Essa divulgação foi muito ruim porque vai aumentar a cobrança dos aliados", reconheceu ao Blog um integrante da articulação política.

A estratégia no Planalto é tentar diluir o impacto dos vídeos durante a análise da Comissão de Construção e Justiça (CCJ) para que a pressão da base esteja amortecida na outra semana, quando a denúncia será apreciada no plenário da Câmara dos Deputados.



Fonte: Blog do Gerson Camarotti, G1

Voce pode ler também

0 comentários