Vídeos de Funaro abrem nova crise Temer-Maia

segunda-feira, outubro 16, 2017




A divulgação dos vídeos da delação premiada do operador Lúcio Funaro causou um novo confronto entre o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Democratas/RJ), e o presidente da República Michel Temer. Para interlocutores do Palácio do Planalto, a medida é mais uma ação de Maia para tentar constranger o governo e mostrar descolamento do presidente. O governo avalia que o deputado não tinha a obrigação de colocar os vídeos no site da Câmara.

O episódio levou a um bate-boca público entre Maia e a defesa de Temer, justamente na semana em que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados vai analisar o relatório da segunda denúncia contra o presidente, por obstrução da Justiça e organização criminosa no caso J&F. Neste sábado (14/10), o advogado Eduardo Carnelós publicou nota para criticar "vazamentos criminosos". Maia contra-atacou e disse que o defensor é "incompetente". Carnelós recuou e, também em nota, disse que "jamais" imputou "a prática de ilegalidade" ao deputado.

Voce pode ler também

0 comentários