Ações contra “pipocas” marcam edição 2017 da Corrida de São Silvestre

domingo, dezembro 31, 2017

Foto: Imegem do Google


Para conter a entrada de pessoas que não estão entre as 30 mil inscritas, corrida de rua muda até trajeto e aumenta fiscalização



A organização da tradicional Corrida de São Silvestre 2017, realizada no último dia de cada ano em São Paulo, fará um controle rígido nos arredores da avenida Paulista para evitar a presença dos "pipocas", corredores amadores que não pagam a inscrição para a prova, mas participam do evento de alguma forma. No ano passado, 15 mil pessoas nessas condições fizeram o percurso ao lado dos 30 mil corredores oficialmente inscritos. 

Hegemonia

Segundo o jornal, na disputa masculina, os brasileiros tentam quebrar a hegemonia de vitória dos africanos que vem desde 2011. No feminino, as atletas do Quênia e Etiópia (imagem em destaque) ganharam todas as edições desde 2007. Para quem vem de fora, a São Silvestre empolga.

Para a realização da São Silvestre 2017, a Avenida Paulista foi interditada às 21:00 horas deste sábado (30/12) e seguirá fechada até 14:00 horas de domingo (31/12). A largada para as mulheres está marcada para 08:00 horas e 40 minutos deste domingo. Para os homens, a disputa começa às 09:00 horas.

 
Fonte: A informação é do jornal O Estado de São Paulo.

Voce pode ler também

0 comentários