Auditoria da CGU acha irregularidades em serviços de tecnologia no Ministério do Trabalho

quinta-feira, dezembro 28, 2017


O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União - CGU identificou, em relatório de auditoria obtido pelo jornal O Globo, de supostos superfaturamentos e não execução de serviços em contrato assinado pelo Ministério do Trabalho na gestão do ministro Ronaldo Nogueira — ele pediu demissão do cargo na tarde desta quarta-feira (27/12).

Iniciativas dentro da pasta que permitiram a continuidade do contrato com a empresa Business to Technology (B2T) contaram com a participação direta do ministro, em meio a vários alertas de irregularidades emitidos pela CGU, como diz o relatório.

Voce pode ler também

0 comentários