Balanço 2017: Temer diz que seus algozes foram “desmascarados”

domingo, dezembro 31, 2017



Num balanço sobre o ano mais duro de sua trajetória política, Michel Temer diz que se tivesse optado pela renúncia no auge da crise instalada pela delação da JBS estaria se "declarando culpado". "Não seria um caminho mais fácil, seria um caminho incriminador".  O presidente afirma que seus algozes foram "desmascarados". Com as duas denúncias paralisadas até o fim do mandato, provoca: "Tenho minhas dúvidas de se no futuro virão a ser aceitas de tão inconsistentes que são".

Voce pode ler também

0 comentários