Banco do Brasil, Itaú e Bradesco suspendem serviços gratuitos

quinta-feira, dezembro 21, 2017




Outro resultado da pesquisa que chama atenção é o fato de que instituições como Itaú, Bradesco e Banco do Brasil, que já trabalhavam com serviços digitais, muitos deles gratuitos, tenham deixado de oferecê-los para novas contratações, sem justificativas.

A economista do IDEC Ione Amorim lembra que, pelas normas do Banco Central do Brasil, os pacotes criados não podem ser interrompidos antes de um período de 180 dias. Esses mesmos bancos relançaram suas contas virtuais, mas com tarifas mensais.

Voce pode ler também

0 comentários