Etíope Dawitt Admasu arranca nos últimos 5km e é bicampeão da São Silvestre

domingo, dezembro 31, 2017


No feminino, queniana Flomena Cheyech domina maior parte dos 15km e cruza em primeiro com larga vantagem. Brasil não vai ao pódio


O etíope Dawitt Admasu é bicampeão da São Silvestre - Fotos: Marcos Ribolli




Em uma manhã nublada e com chuva em São Paulo, o etíope Dawitt Admasu e a queniana Flomena Cheyech foram os mais rápidos entre os 30 mil participantes da 93ª edição da São Silvestre, neste domingo (31/12). Admasu arrancou nos últimos 5km para levar seu segundo título na tradicional prova brasileira de 15km, enquanto Flomena dominou quase todo o percurso e cruzou a linha de chegada em primeiro, após ter batido na trave em 2016. O Brasil ficou longe do pódio. Joziane Cardoso ficou em 10º, e Ederson Vilela foi 11º. "Quero agradecer à torcida de São Paulo, que me ajudou. Eu treinei duro, me preparei bem, então estou muito feliz" disse Admasu.As segunda e terceira colocadas, Sintayehu Hailemichael e Birhane Dibaba, as duas da Etiópia, chegaram quase juntas, em 50m55s e 50m77s.


Fonte: Globo Esporte

Voce pode ler também

0 comentários