Acordo de cooperação estimula adoção de adubo biológico

quinta-feira, janeiro 18, 2018


Parceria firmada beneficia produtores rurais de toda a área de atuação do BNB 


Fortaleza, 18 de janeiro de 2018 – O uso prolongado do solo para atividades agrícolas pode provocar sua compactação, dificultando o enraizamento das plantas e impedindo que os nutrientes cheguem às folhas de maneira adequada. Uma das alternativas para minimizar esse efeito é a adubação biológica, tecnologia que já está disponível a produtores rurais de toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo a partir de acordo de cooperação assinado entre o BNB e a empresa Microbiol Indústria e Comércio.

A parceria envolve um programa de cooperação técnica e financeira, com oferta de crédito para a aquisição do adubo biológico e também construção e manutenção de biofábricas. A medida contribui para a reestruturação do solo em propriedades da área de atuação do BNB, proporcionando aumento da retenção de água nas lavouras, maior eficiência de fertilizantes, redução de pragas e de doenças do solo e maior resistência das plantas em períodos de seca.

"A preocupação com as questões ambientais tem estimulado a adoção de metodologias de cultivo de reduzido impacto no meio ambiente. Esse acordo de cooperação insere-se dentro dessa proposta de desenvolvimento regional sustentável, que é um dos pilares de atuação do Banco do Nordeste", destacou o diretor de Negócios do BNB, Antônio Rosendo Neto Júnior. O diretor da Microbiol, Luís Fernando D'Andréa, ressaltou os benefícios da adoção da nova tecnologia. "O adubo biológico visa à biodiversidade que esse agricultor vai ter no solo, com aumento de porosidade, de absorção e retenção de água", pontuou.

Sustentabilidade 

Dentro das iniciativas de promoção do desenvolvimento regional sustentável, o Banco do Nordeste trabalha ainda com linhas de crédito específicas para o financiamento de projetos com foco em energias renováveis, a exemplo do FNE Sol, ou voltados para o uso eficiente e sustentável da água, como o FNE Água.

O BNB financia também atividades econômicas que propiciem ou estimulem a preservação, conservação, controle e recuperação do meio ambiente, por meio do FNE Verde, destinado a empreendimentos de maior porte. As linhas de crédito do Pronaf Floresta, Pronaf Eco, Pronaf Agroecologia e Pronaf Semiárido atendem, por sua vez, o público de agricultura familiar.

IMPRENSA - Banco do Nordeste


Voce pode ler também

0 comentários