Defesa reitera pedido de prisão domiciliar e diz que Maluf pode morrer

terça-feira, janeiro 16, 2018



Advogados apresentaram laudo em que listam problemas de saúde do deputado e ainda indica chances de ele perder os movimentos se continuar na Papuda

Desde dezembro, o deputado federal Paulo Maluf está preso, na penitenciária da Papuda, em Brasília (DF). Na segunda-feira (15/01), os advogados do político voltaram a pedir que ele cumpra prisão domiciliar, alegando a existência de vários problemas de saúde, além da idade avançada do político, que tem 86 anos. 

Maluf foi condenado pelo crime de lavagem de dinheiro e a determinação para que começasse a cumprir pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão foi do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal - STFPara tentar convencer o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Bruno Macacari, a quem cabe decidir sobre a solicitação, a defesa considera que o Centro de Detenção Provisória (CDP) da Papuda não tem a estrutura necessária para abrigar uma pessoa nas condições de saúde de Maluf.


Voce pode ler também

0 comentários