Deputada Gorete Pereira repudia a apologia ao crime de estupro

sexta-feira, janeiro 19, 2018

NOTA OFICIAL



A Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados, a quem compete receber denúncias de violência e discriminação contra a mulher e encaminhá-las aos órgãos competentes, solicitou nesta sexta-feira (19/01), providências ao Ministério Público Federal - MPF para que as músicas intituladas "Só Surubinha de Leve”, de Mc Diguinho, e "Vai faz a fila", de MC Denny, sejam indisponibilizadas permanentemente e seus autores e intérpretes responsabilizados pela apologia ao crime de estupro.

Embora a livre manifestação artística seja garantia constitucional assegurada a todos, não é possível permitir a disponibilização de conteúdo que, além de infringir a dignidade da pessoa humana, ainda estimule o sentimento de que o estupro seja um comportamento naturalizado em nossa sociedade.

O desrespeito à mulher, ao seu corpo e ao seu consentimento para prática de qualquer ato acaba por normalizar abusos e incentivar o cometimento desses crimes, que incidem em grande parte sobre crianças e adolescentes. Nenhuma liberdade é maior do que a liberdade de nossas crianças crescerem sadias de corpo e mente.


Deputada Federal Gorete Pereira
Procuradora da Mulher

Voce pode ler também

0 comentários