Facebook reconhece perigo das redes sociais para a democracia

segunda-feira, janeiro 22, 2018



Facebook reconheceu que um uso excessivo das redes sociais pode representar um perigo para a democracia, ao mesmo tempo que garantiu que está a fazer tudo para reduzir estes riscos. "Apesar de ser um otimista, não ignoro os perigos que a Internet pode provocar, mesmo no seio de uma democracia que funciona bem", disse Samrat Chakrabarti, responsável pelo envolvimento cívico no Facebook, em texto divulgado esta segunda-feira (22/01).

Mais uma vez, como já o tinha feito em janeiro o chefe do grupo, Mark Zuckerberg, a Facebook reconheceu ter subestimado em 2016 o seu papel na propagação de "informações falsas" e, de forma mais geral, não ter lutado de forma eficaz contra os conteúdos problemáticos que pululam nesta rede social.


Voce pode ler também

0 comentários