Geraldo Alckmin demanda que brasileiro preso na Venezuela seja solto

sábado, janeiro 06, 2018


Em nota divulgada na tarde deste sábado (06/01), o presidente do PSDB, governador Geraldo Alckmin, se posicionou contra a prisão arbitrária do brasileiro Jonatan Diniz pelo governo da Venezuela, e demandou que o mesmo seja colocado em liberdade enquanto transcorre o processo legal sobre o caso.

Segue nota na íntegra:

A prisão do brasileiro Jonatan Diniz pelo regime autoritário da Venezuela e a falta de notícias para os seus familiares desrespeitam flagrantemente o direito de defesa e os direitos humanos. Somente ontem, depois de 9 dias, o governo Nicolás Maduro reconheceu a prisão e a informou oficialmente ao Itamaraty, sem ainda permitir acesso a Jonatan. É inaceitável que o direito de defesa seja desrespeitado a qualquer pessoa, em qualquer lugar. Demandamos às autoridades venezuelanas que a família de Jonatan e os representantes diplomáticos brasileiros tenham imediato e irrestrito acesso ao preso e que ele seja posto em liberdade, enquanto segue o devido processo legal.


- Presidente Nacional do PSDB -



Fonte: Assessoria de Imprensa do PSDB

Voce pode ler também

0 comentários