Lava Jato investiga financiamento do filme “Lula, o filho do Brasil”

quinta-feira, janeiro 04, 2018



Polícia Federal mira o financiamento do longa sobre a vida do ex-presidente, lançado em 2010, e até já convocou Marcelo Odebrecht e Palocci

Na investigação da PF, o ex-ministro Palocci foi convocado para prestar depoimento em 11 de dezembro. Ele foi questionado pelo delegado Filipe Hille Pace sobre a relação que supostamente teria com a produção do filme. O ex-ministro declarou que "deseja colaborar na elucidação de tais fatos", mas que naquele momento ficaria em silêncio.
No mesmo dia, Marcelo Odebrecht, delator da Lava Jato, falou ao delegado e respondeu a uma série de perguntas sobre o caso. Durante o depoimento, a PF apresentou ao empreiteiro e-mails extraídos do seu computador e ligados ao financiamento da cinebiografia.
As mensagens resgatadas foram trocadas por executivos da empreiteira entre 07 de julho de 2008 e 12 de novembro daquele ano. Na segunda data, Odebrecht escreveu um e-mail com cinco tópicos endereçado a outros funcionários do grupo. Na lista, estavam os executivos Alexandrino Alencar e Pedro Novis, que também se tornaram delatores da Lava Jato.

Voce pode ler também

0 comentários