Mãe entrega à polícia filho suspeito por morte de PM

segunda-feira, janeiro 22, 2018

Foto: JL Rosa

Adolescente de 17 anos confessou ter assassinado o policial durante tentativa de assalto em Fortaleza


Um adolescente de 17 anos foi levado pela própria mãe à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), nesta segunda-feira (22/01), para confessar a autoria da morte do policial militar da reserva Petrolino Leonardo da Silva Neto, de 63 anos, no último sábado (20/01). Segundo o depoimento do jovem, ele tentou assaltar o PM no bairro Conjunto Esperança. "Ela (a mãe) estava muito, mas muito abalada. Mas pelo menos ainda tem o controle do filho", relatou à titular da DCA, delegada Arlete Silveira.

No crime, o adolescente usou um revólver calibre 38, que comprou na feira do bairro Parangaba há cerca de um ano. O PM chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu ao ferimento. O soldado Leonardo havia ingressado na Corporação dia 12 de janeiro de 1977. As investigações do caso estão sendo realizadas de forma compartilhada entre a DCA e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de acordo com a delegada.

O adolescente foi submetido, pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ao exame de corpo de delito. Depois disso, retornou à DCA. O jovem prestou dois depoimentos à DCA, um antes e um após o exame. Houve divergências em relação à arma encontrada. Em até 24 horas, o Ministério Público vai decidir pela internação ou não do adolescente.


Voce pode ler também

0 comentários