Morre aos 83 anos o ex-prefeito e médico de Quixeramobim, Antônio Machado

quarta-feira, janeiro 03, 2018



Morreu, por insuficiência respiratória, aos 83 anos, na noite desta terça-feira (02/01), em sua residência em Quixeramobim, o ex-prefeito e médico Antônio Machado. Dr. Antônio, como popularizou-se em Quixeramobim, deixou uma marca na medicina do município e da região. Foram mais de 50 anos dedicados a uma profissão que amava. Na política, governou o município em fases difíceis.
Antônio enfrentava problemas de saúde. 

Em outubro de 2017 esteve internado no Hospital São Carlos, em Fortaleza, onde fez tratamento para eliminação de líquidos pleurais. O corpo do ex-prefeito e médico será velado no Centro de Velório, na Rua Cônego Aureliano Mota, em Quixeramobim, e será sepultado no cemitério Nossa Senhora do Carmo, às 17:00 horas desta quarta-feira (03/01).

O Dr. Antônio


Profissional vindo de internato diocesano, sempre foi dedicado aos estudos.


Formando-se em Recife, no Estado de Pernambuco, optou voltar ao seu Quixeramobim, onde dera início a sua vida de médico. O exercício da medicina não é tarefa fácil. Sem estrutura adequada, muitas foram as vezes em que realizou cirurgias em salas improvisadas, sob mesas inadequadas, nas horas mais diversas. Não havia expediente determinado. 

A necessidade de quem padecia de enfermidade ditava quando e onde doutor Antônio deveria atuar. E, mais do que um médico, sempre encontrava-se em Antônio a figura de um humanista atencioso e cheio de cuidados com todos os que o procuravam, indiscutivelmente o grande amigo dos pacientes. Ajudou, junto de tantos outros, a construir o Hospital Regional Dr. Pontes Neto, que se tornou referência regional em saúde.

O prefeito Antônio Machado



Doutor Antonio Machado viu na política uma forma de poder ampliar o alcance de suas ações. Foi vice-prefeito e prefeito de Quixeramobim, exercendo um mandato voltado para o atendimento aos mais carentes. Em tempos difíceis de seca, fome e escassez de recursos públicos, a ação social e a saúde foram as prioridades de sua gestão.

Foi na gestão de Antônio, de 1989 a 1992, que ergueu-se um dos maiores bairros da cidade: O Conjunto Esperança. Mas foi mesmo na medicina que Antônio, o filho do seu Afonso, o menino querido da dona Sinharinha, foi pleno. Levantar cedo, pegar o carro e ir ao sertão atender, era o que fazia, conservando o brilho de seus olhos. O ex-prefeito e médico fez do seu ofício sua própria vida.

Homenagem

Fotos: Arquivo - SerTão Para Ser do Ceará

Em 2015, na 4ª edição do Jornal SerTão, publicação do Sistema Maior de Comunicação, a história do político e médico ganhou destaque no quadro "Nossa gente, Nossa História", com orientação da Fundação Canudos. Dr. Antônio era casado com Aldenora Machado. Deixa, além da esposa, seis filhos, três homens e três mulheres.



Fonte: Jornalismo - Sistema Maior de Comunicação

Voce pode ler também

0 comentários