Políticos se irritam com "satanização" da Caixa

sábado, janeiro 20, 2018


O fim da prerrogativa do presidente da República de escolher ou exonerar os vice-presidentes da Caixa Econômica Federal não será capaz de pôr fim às indicações políticas para os cargos de gestão do banco. Foi o que chegaram a afirmar parlamentares de vários partidos governistas, irritados com a aprovação de um novo estatuto pela Caixa na sexta-feira (19/01), informa o jornal O Globo.

Voce pode ler também

0 comentários