Poupança dribla crise e volta a fechar no azul

sábado, janeiro 06, 2018



Depois de dois anos de fuga de recursos da caderneta de poupança durante a recessão, a aplicação financeira mais popular no Brasil voltou a ter captação líquida positiva em 2017, quando os depósitos superaram as retiradas em R$ 17,126 bilhões. De acordo com dados divulgados ontem pelo Banco Central, o resultado foi alcançado graças ao desempenho surpreendente de dezembro, que foi positivo em R$ 19,373 bilhões.
Alguns fatores explicam a volta por cima que a poupança deu no ano passado, como o aumento da renda de parcela da população e os sucessivos cortes na taxa básica de juros, a Selic, que remunera os títulos do governo no mercado financeiro e serve de referência para as operações nos bancos e no comércio.

Voce pode ler também

0 comentários