Justiça nega gratuidade a Eduardo Cunha e penhora seus bens

terça-feira, fevereiro 27, 2018



Eduardo Cunha teve pedido de gratuidade negado pela Justiça do Rio.


O ex-presidente da Câmara dos Deputados , que deve R$ 8.425,80 ao TJ/RJ, alegou que não teria como pagar as despesas por estar preso e com bens bloqueados pela Justiça Federal, segundo o relato do G1. A juíza Maria Cecília Pinto Gonçalves negou o pedido do ex-deputado federal e deferiu a penhora dos "bens supérfluos" encontrados em sua casa.


Voce pode ler também

0 comentários