O Carnaval e a esperada Previdência aprovada

sábado, fevereiro 10, 2018

Foto: Agência Senado

Eunício afirma que o Senado não vai correr para aprovar a PEC da Previdência: "Seguiremos os ritos normais" 

Enquanto o Brasil inteiro pára durante os festejos do carnaval, o presidente da República Michel Temer (MDB Nacional), faz as contas. Ele quer aprovar a Reforma da Previdência Social ainda em fevereiro. No entanto, o cenário na Câmara dos Deputados é desfavorável e o passar do tempo só piora a situação. O presidente do Congresso Nacional do Brasil, senador Eunício Oliveira(MDB/CE), já adiantou, que a pressa em votar a tal reforma, poderá causar danos irreparáveis e prejudicar muita gente, alertou Eunício.

Tem mais...

Na última quinta-feira (08/02), o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira(MDB/CE), afirmou que não terá pressa para pautar a matéria. "A Câmara está há um ano e meio discutindo isso. Se votarem a reforma da Previdência e ela vier para o Senado, seguiremos ritos normais de tramitação", disse.

Se chegar a março ainda sem votos, o assunto será engavetado, segundo Rodrigo Maia. Mas, caso seja possível garantir os 314 votos prometidos pelo ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e ser aprovado em dois turnos, o texto seguirá para o Senado, onde precisará também do apoio de dois terços dos senadores (54 dos 81) em duas fases de votação para, enfim, poder ser sancionado.


Voce pode ler também

0 comentários