Celular de coronel traz provas contra Temer

segunda-feira, março 19, 2018



O presidente da República Michel Temer deve ser denunciado pela terceira vez. E mais uma vez por corrupção. Isso porque, no inquérito sobre propinas nos portos, apareceu uma prova direta de seu envolvimento e do seu principal operador, o coronel Lima, nos esquemas de Santos.

Trata-se de uma mensagem enviada pelo coronel Lima ao próprio Temer, no dia 12 de agosto de 2015, em que ele afirma: "transmiti o recado". A mensagem dizia respeito ao empresário Gonçalo Torrealba, do grupo Libra, que conseguiu renovar sua concessão, mesmo devendo R$ 2,8 bilhões à União.

Torrealba vinha tentando há meses uma audiência com Temer, que só foi obtida com a intermediação do coronel. Depois disso, Temer renovou a concessão por vinte anos do grupo Libra, em Santos, por meio de uma decisão do ministro dos Portos, Edinho Araújo.

Voce pode ler também

0 comentários