Eike, the money is on the table

sexta-feira, março 02, 2018

Foto: Imagem do Google

O pseudo-empresário falido Eike Batista, agora processado por Luma de Oliveira, queria anular um processo no qual é acusado de pagar 16,5 milhões de reais de propina a Sérgio Cabral.
Motivo: há documentos em inglês que, segundo os advogados, deveriam ser traduzidos. Marcelo Bretas negou o pedido.

Voce pode ler também

0 comentários