“Enquanto os políticos defendem os bandidos, meu filho estava defendendo a pátria”

domingo, março 25, 2018


Entidades que defendem bombeiros e policiais civis e militares realizaram um ato na Praia de Copacabana - Rio De Janeiro, neste domingo, para chamar a atenção de autoridades e da sociedade sobre o alto índice de mortes de policiais e denunciar a falta de estrutura de trabalho dos profissionais da segurança pública, informa Jornal O Dia. A mãe do soldado Felipe Santos de Mesquita, morto em confronto com bandidos na última quarta-feira na favela da Rocinha, clamou por mais valorização do poder público aos agentes.

"Preciso que haja Justiça, para que outras mães não passem pelo que eu estou passando agora. Só quem perde um filho sabe a dor. Enquanto os políticos defendem os bandidos, meu filho estava defendendo a pátria e a cidade dele. Agradeço a deus por tudo que ensinei ao filho. Ele dizia que se fosse para morrer, que fosse defendendo meu país e minha cidade".

Voce pode ler também

0 comentários