Marielle era bissexual. E daí?

sexta-feira, março 16, 2018



Além de negra, favelada, ativista contra o racismo, feminista, vereadora do PSOL 50 e "pensadora", Marielle Franco era bissexual, estampa O Globo em manchete. A sexualidade de Marielle só teria relevância se o assassinato de que foi vítima tivesse motivação homofóbica, o que não parece ser o caso — a menos, é claro, que o jornal conte com informações privilegiadas. A sua morte trágica não precisa da hagiografia da diferença, para ser vergonhosa, condenável.

Voce pode ler também

0 comentários