Temer faz uso eleitoral da Caixa

sábado, março 24, 2018



O presidente da República Michel Temer não quer prescindir da Caixa Econômica Federal no experimento eleitoral em que passou a acreditar. Por isso, tomou partido do presidente do banco estatal, Gilberto Magalhães Occhi (PP), na querela entre o pepista e o Ministério da Fazenda sobre os financiamentos a estados e municípios sem o aval da pasta.

O Conselho de Administração da Caixa, comandado pela chefe do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, vetou novos empréstimos a governadores e prefeitos por ver ilegalidade nas garantias (receitas tributárias) dessas operações. A medida imobilizou R$ 19 bilhões que poderiam jorrar nos cofres estaduais e municipais.

Voce pode ler também

0 comentários