Aécio agora está encurralado

sexta-feira, abril 20, 2018



Em declaração à Procuradoria Geral da Republica - PGR, o empresário Joesley Batista disse que pagou R$ 50.000 por mês para o senador Aécio Neves (PSDB/MG), ao longo de 2 anos. Os repasses teriam sido feitos por meio de uma rádio da qual o senador foi sócio até 2016. As informações são do jornal Folha de S.Paulo, que teve acesso a 1 dos anexos de colaboração entregues pelo empresário ao Ministério Público do Estado de São Paulo em 31 de agosto de 2017.


Voce pode ler também

0 comentários