Cármen Lúcia pede em pronunciamento ‘serenidade’ contra ‘desordem social’

segunda-feira, abril 02, 2018



A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do Supremo Tribunal Federal - STF, gravou um pronunciamento nesta segunda-feira (02/04) no qual defende o "fortalecimento da democracia" e afirma que "há que se respeitar opiniões diferentes".

Cinco mil membros do Ministério Público Federal - MPF e juízes já assinaram a nota em defesa do encarceramento dos criminosos condenados em segundo grau – iguais a Lula.

O número total, segundo a procuradora Monique Cheker, deve chegar a seis mil.

Voce pode ler também

0 comentários