Continua vivo o auxílio-moradia dos juízes

segunda-feira, abril 09, 2018




Coordenadora da câmara de conciliação que tenta resolver a controvérsia em torno do auxílio-moradia de juízes e procuradores, a AGU Advocacia-Geral da União avisou magistrados envolvidos com as negociações que espera alcançar um acordo dentro de 60 dias.

Quem chamou a AGU Advocacia-Geral da União para buscar solução para o problema, a pedido da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), foi o ministro Luiz Fux, relator da ação que questiona a legalidade do auxílio-moradia no Supremo Tribunal Federal - STF. Se houver acordo, ele terá que ser homologado pelo STF.

Voce pode ler também

0 comentários