Moro proibiu o uso de algemas em Lula

quinta-feira, abril 05, 2018



O juiz federal Sérgio Moro deu prazo até esta sexta-feira (06/04), ao ex-presidente Lula para se apresentar ‘voluntariamente’ à Polícia Federal - PF em Curitiba, base da Operação Lava Jato. Em despacho desta quinta-feira (05/04), Moro estipulou a Lula que se apresente até às 17:00 horas. “Relativamente ao condenado e ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, anotou.

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do caso triplex do Guarujá. Na madrugada desta quinta-feira, 5, o petista sofreu revés no Supremo Tribunal Federal, que negou habeas corpus preventivo movido pelo petista para poder recorrer em liberdade até a última instância contra a sentença na Lava Jato.

Moro proibiu o uso de algemas em Lula.

"Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-Presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física", escreveu.

O magistrado ainda indicou que ‘os detalhes da apresentação deverão ser combinados com a Defesa diretamente com o Delegado da Polícia Federal - PF Maurício Valeixo, também Superintendente da Polícia Federal no Paraná'.]]


Voce pode ler também

0 comentários