O PT a nocaute

quinta-feira, abril 12, 2018



Lula foi preso – e daí, como isso influenciará as eleições? Talvez não dê tempo para saber: se a decisão do Supremo levá-lo a ser solto, como isso se refletirá em sua popularidade? Será visto (não pelos seguidores, claro, mas pela opinião majoritária) como um criminoso que escapou da punição ou como um vitorioso que nem a Justiça consegue submeter? A partir do que ocorrer hoje será possível começar a avaliar quem ganhou e quem perdeu. De qualquer forma, pela Lei da Ficha Limpa, Lula é inelegível. Mas, num país em que é difícil prever até o passado, como saber se não terá saída? Dilma Rousseff não manteve direitos políticos mesmo tendo sofrido impeachment?

Se Lula não puder ser o candidato do PT (e das esquerdas em geral, como Renan CalheirosRicardo CoutinhoRoberto RequiãoEunício Oliveira e outros), de acordo com a Lei da Ficha Limpa; e se não derem um jeito de interpretá-la, quem será o candidato em seu lugar? Em seu último discurso, Lula jogou o PT ao mar: não citou ninguém – nem Dilma Rousseff! – a não ser, muito de leve, Fernando Haddad. Citou gente de outros partidos: o dirigente dos sem-teto, Guilherme Boulos, do PSOL 50, e Manuela D'Ávila, do PCdoB - Partido Comunista do Brasil.


Voce pode ler também

0 comentários