PGR denuncia Arthur Lira e pede cassação de seu mandato

segunda-feira, abril 02, 2018



Procuradoria Geral da Republica apresentou ao Supremo Tribunal Federal - STF denúncia contra o líder do Progressistas na Câmara dos Deputadosdeputado federal Arthur Lira, por lavagem de dinheiro e prevaricação e pediu a cassação do mandato do parlamentar alagoano. Na denúncia, a PGR acusa Lira de aceitar propina de R$ 106 mil do então presidente da Companhia Brasileira de Transportes Urbanos, Francisco Colombo, que teria sido recebida por meio de seu assessor Jaymerson José Gomes, em 2012.

Segundo a Procuradoria, por ordem do deputado Jaymerson escondeu o dinheiro embaixo das roupas –nos bolsos do paletó, junto à cintura e dentro das meias– mas foi pego pela Polícia Federal - PF ao passar pelo raio-X do Aeroporto de Congonhas. Ainda segundo a denúncia, o crime foi descoberto no âmbito da Lava Jato como parte do esquema criminoso revelado por Alberto Youssef apontado como operador financeiro do Progressistas o antigo PP.

Voce pode ler também

0 comentários