Temer cancela viagem à Ásia de novo

segunda-feira, abril 30, 2018



Três meses após desistir de ir à Ásia por recomendação médica, Michel Temer cancelou, mais uma vez, a viagem que faria ao continente a partir da próxima semana. Com passagens por Cingapura, Tailândia, Indonésia e Vietnã, o foco principal seria a abertura do mercado desses países para exportações brasileiras. O novo cancelamento ocorre após as suspeitas da Polícia Federal - PF de que o presidente tenha lavado dinheiro de propina por meio do pagamento de reformas nas casas de familiares.

Mas interlocutores de Michel Temer disseram ao portal que a razão da desistência são as votações no Congresso previstas para os próximos dias. As viagens de Temer ao exterior obrigam Rodrigo Maia ou Eunício Oliveira, que são os próximos na linha sucessória, a assumir a Presidência da República.

Neste mês de abril, quando Michel Temer viajou ao Peru, ambos também optaram por deixar o país. "Uma das razões era o receio de serem enquadrados num artigo da Constituição que trata da inelegibilidade e acabarem prejudicados nas próximas eleições caso assumissem o lugar de Michel Temer". Por causa disso, Cármen Lúcia Antunes Rocha assumiu o posto durante a viagem dos três.


Fonte: G1

Voce pode ler também

0 comentários