Um vice para substituir Lula depois

quarta-feira, abril 25, 2018



Ainda que enxerguem a abertura de frestas pró-Lula nas decisões tomadas pelo Supremo Tribunal Federal - STF esta semana, alguns de seus principais aliados permanecem céticos. Um grupo de dirigentes petistas ainda considera que o ambiente no Judiciário é majoritariamente desfavorável ao ex-presidente e começa a formatar o modelo para a substituição de seu nome na corrida eleitoral.

Essa ala defende que, ao fazer o lançamento da candidatura dLula em 28 de julho, o PT - Partido dos Trabalhadores já anuncie também o nome de seu vice —que deverá tomar o lugar do ex-presidente no momento da provável rejeição de seu registro pela Justiça Eleitoral. Fernando Haddad e Jaques Wagner ainda são os favoritos para o posto.

Trata-se de um gesto sutil. O grupo de petistas mais resistentes ao debate sobre o plano B da sigla queria evitar qualquer sinal nesse sentido, empurrando a revelação do candidato a vice para 15 de agosto de 2018, quando a chapa será inscrita oficialmente.

Voce pode ler também

0 comentários