Ministro do TSE questiona ficha-suja na urna

sexta-feira, maio 11, 2018


No mesmo evento em que criticou o voto impresso, Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), questionou a possibilidade de um candidato inelegível pela Lei da Ficha Limpa ter seu nome na urna e fazer campanha eleitoral. "Convém à democracia que uma pessoa sabidamente inelegível […] fique na urna, que ela prossiga a sua propaganda eleitoral? O tribunal tem um desafio", declarou o ministro, conforme o relato do Estadão.

Gonzaga não citou Lula e nenhum outro político. Nem precisava.

Voce pode ler também

0 comentários