Padre que pediu que Nossa Senhora ‘abençoe Lula’ se desculpa

quarta-feira, maio 23, 2018




O padre João Batista de Almeida, reitor do Santuário Nacional de Aparecida, pediu desculpas depois de celebrar uma missão pela libertação de Lula no domingo (20/05), informa a Folha de S.Paulo. Diante de uma plateia que incluía petistas, o padre pediu que "Nossa Senhora Aparecida o abençoe e lhe dê muitas forças para que se faça a verdadeira justiça, para que o quanto antes ele possa estar entre nós, construindo com o nosso povo um projeto de país".

Foram tantos os protestos que o reitor e o arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, divulgaram hoje uma "nota de reparação". "Manifesto meu pesar e peço perdão a todos que se sentiram ofendidos pela maneira como conduzi a celebração da missa das 14:00 horas", diz o padre João Batista na nota. O texto acrescenta, corretamente, que igreja não é lugar de tomar "posição político-partidária, que é contrária ao Evangelho".

Voce pode ler também

0 comentários