Paralisação já chega ao 7º dia e desabastecimento piora

domingo, maio 27, 2018



 
A greve dos caminhoneiros já chega ao 7º dia, apesar de o presidente Michel Temer ter autorizado as Forças Federais (que contemplam as Forças Armadas, a Polícia Federal - PF, a DPRF - PRF - Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional) a desbloquear as rodovias fechadas por protestos. Ainda há estradas bloqueadas em vários Estados e a situação de desabastecimento continua crítica. Em São Paulo, somente 40% da frota de ônibus circula no sábado (26/05), a capital paulista está em estado de emergência. 

A paralisação dos motoristas de caminhões é contra a alta do preço do diesel. As consequências da greve vão desde hospitais com falta de medicamentos; supermercados desabastecidos; postos de combustíveis sem etanol, gasolina e diesel; voos cancelados; entre outros.

Voce pode ler também

0 comentários