Associação de juízes vai ao CNJ contra censura de redes sociais

sábado, junho 16, 2018



A associação de magistrados trabalhistas vai entrar com impugnação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra a decisão do corregedor nacional de Justiça, João Otávio de Noronha, que regula as redes sociais de juízes, publica o Painel da Folha de S.Paulo.

Para Noronha, os magistrados devem "agir com reserva, cautela e discrição ao publicar seus pontos de vista nos perfis pessoais nas redes sociais, evitando a violação de deveres funcionais e a exposição negativa".

Voce pode ler também

0 comentários