Conheça cinco mitos e verdades da hérnia de disco

domingo, junho 24, 2018



Dores nas costas e alterações de sensibilidade na coxa, perna e pé estão entre os principais sintomas da hérnia de disco, lesão que ocorre com mais frequência na região lombar. O problema é um resultado do desgaste das estruturas entre as vértebras, que agem como "amortecedores" naturais do impacto entre elas. Atualmente, estima-se que esse problema afete mais de 2 milhões de pessoas por ano no Brasil.

Abaixo, o ortopedista, cirurgião de coluna vertebral e professor da Faculdade Santa Marcelina, Luiz Cláudio Lacerda, esclarece o que é mito ou verdade em relação a este tema:

Hérnia de disco pode não apresentar sintomas.

Verdade! Uma pessoa pode ter uma hérnia de disco e nem se dar conta disso. Mas, na maioria dos episódios, o paciente pode sentir dores de intensidade leve, moderada ou tão forte que chega a ser insuportável.

Muitos fatores podem desencadear o problema.

Verdade! As causas para a hérnia de disco vão desde má postura, movimentos repetitivos inadequados, obesidade, traumas na coluna, tabagismo, lesões degenerativas até predisposição genética.

Problema afeta somente os idosos.

Mito! A hérnia de disco lombar é um problema mais comum entre os adultos, de 20 a 40 anos. Já que nessa fase da vida é comum a ruptura do disco lombar em atividades de rotina como, por exemplo, esforços exagerados.

Todo caso de hérnia de disco necessita de cirurgia.

Mito! Muitas vezes ter o problema não significa que vai necessitar de cirurgia, mas sim, dedicação e cumplicidade do médico, do terapeuta e do paciente.

Hérnia de disco tem cura.

Verdade! Exercícios físicos controlados por educadores físicos, fisioterapia direcionada e um suporte como o pilates, associados às medicações corretas podem resolver até 95% dos casos, deixando o paciente assintomático em alguns meses de tratamento.


Voce pode ler também

0 comentários