Ciro manda ‘recado’ ao Centrão e defende soltar Lula

quinta-feira, julho 19, 2018


O presidenciável Ciro Gomes usou um evento com sindicalistas em Brasília para mandar um recado ao Centrão, com quem vinha negociando e, aparentemente, decidiu pular de seu barco para o de Geraldo Alckmin. "Quem quiser me ajudar, seja bem-vindo. Mas saibam, quem quer que me ouça lá fora, que este governo que eu liderar servirá aos mais pobres e aos trabalhadores", discursou o pedetista para uma plateia de membros de seis centrais sindicais, segundo o Valor Econômico.

A Folha de S.Paulo acrescenta que, depois do naufrágio da negociação com Democratas e companhia, Ciro Gomes voltou a tentar atrair os apoios de PCdoB - Partido Comunista do Brasil e PSB Nacional 40 defendendo a soltura de Lula – e criticando Judiciário e Ministério Público Federal - MPF. "O Brasil nunca será um país em paz enquanto o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva não restaurar a sua liberdade. Eu luto por isso". O "governo que Ciro vai liderar” ficou mais difícil. Ainda bem.

Voce pode ler também

0 comentários