Delator da JBS relata pressão para ajudar Temer

sábado, julho 07, 2018



Um delator da  JBS, o advogado Francisco de Assis e Silva, disse à Polícia Federal - PF que foi pressionado a fechar um acordo judicial envolvendo uma das empresas do grupo para ajudar financeiramente Michel Temer.

De acordo com o depoimento, foi José Yunes, amigo há décadas do emedebista, quem insistiu para que o negócio fosse acertado e fez intermediação para outro advogado, Paulo Henrique Lucon, que estava na causa em questão. 

Lucon foi nomeado por Michel Temer para integrar a Comissão de Ética Pública da Presidência em março deste ano. O episódio da pressão, segundo o executivo da JBS, ocorreu em junho de 2015.

Voce pode ler também

0 comentários