Leniência faz governo e TCU entrarem em choque

quarta-feira, julho 11, 2018


O governo federal avisou ao Tribunal de Contas da União - TCU que não vai submeter nenhum acordo de leniência com empresas investigadas por corrupção ao aval prévio do tribunal, informa a Folha de S.Paulo. No documento enviado à corte de contas, obtido pela Folha de S.Paulo, Grace Mendonça, da AGU, e Wagner Rosário, da Controladoria Geral União - CGU, acusam a área técnica do Tribunal de Contas da União - TCU de constranger seus servidores e de "embaraçar sistematicamente" a negociação com empresas suspeitas de desvio de recursos.

O ofício foi entregue ontem ao presidente do tribunal, Raimundo Carreiro, após Grace e Rosário anunciarem um entendimento com a Odebrecht, por meio do qual a empreiteira se comprometeu a pagar R$ 2,7 bilhões ao erário. Os técnicos do Tribunal de Contas da União - TCU alegam que os dois ministros haviam prometido não assinar o acordo com a Odebrecht sem antes enviar o processo para fiscalização. Grace e Rosário negam.

Voce pode ler também

0 comentários