Bolsonaro: “Essa bandidagem vai morrer”

quinta-feira, agosto 23, 2018



Do alto de um carro de som durante uma carreata por uma das avenidas de Araçatuba, no interior de São Paulo, Jair Messias Bolsonaro disse há pouco que, se eleito, deixará de repassar dinheiro da União para movimentos e organizações de direitos humanos.

Ele disse, segundo registro do G1:

"Conosco não haverá essa politicagem de direitos humanos, essa bandidagem vai morrer porque não enviaremos recursos da União para eles. Em vez de paz, essas ONG's prestam um desserviço ao nosso Brasil. Precisamos de alguém sentado na cadeira presidencial que respeite a tradicional família brasileira, que tenha Deus acima de tudo, como lema nosso".

Voce pode ler também

0 comentários