CAF - Naumi Amorim articula com Eunício Oliveira votação de financiamento para dia 03

segunda-feira, agosto 27, 2018


 
 
Após meses de intensas articulações, o prefeito Naumi Amorim definiu com o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira, a data de votação do financiamento de 80 milhões de dólares solicitado por Caucaia ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). A matéria irá a plenário em 3 de setembro. "Essa é uma conquista histórica. Nós estamos conseguindo esse dinheiro em tempo recorde. Cidades muito maiores demoram anos pra receber e Caucaia deve receber esse recurso na conta ainda esse semestre. É uma vitória do povo e do desenvolvimento", comemora Naumi.

O gestor refere-se ao Programa de Infraestrutura Integrada (PII), onde toda a verba do financiamento será investida. Mais de 60% do montante irá para ações de mobilidade urbana, como construção de pontes e viadutos, requalificação de espaços, criação de ciclofaixas, abertura de vias etc. Na cotação de hoje, esses 80 milhões de dólares equivalem a R$ 344 milhões. "O prefeito Naumi e a primeira-dama Erika Amorim têm procurado fazer um grande trabalho em Caucaia. Essa é uma luta que não começou agora. Desde o começo da gestão dele que lutamos. Porque pro Nordeste tudo é muito difícil. E conseguir tanto dinheiro assim pra um único município já não é uma coisa fácil”, comenta Eunício Oliveira.

Segundo o parlamentar, o pedido de financiamento já foi liberado pela Casa Civil e hoje está sendo encaminhado ao Congresso. No Senado, passará imediatamente pela Comissão de Assuntos Econômicos para depois ser votado em plenário. "Se a comissão não der um parecer com brevidade, eu mesmo levo para o plenário. O Regimento Interno me permite isso. O povo de Caucaia deve ter a absoluta certeza de que essa matéria será uma das minhas prioridades da próxima semana", adianta o senador.

Eunício enaltece o poder de articulação de Naumi. "Graças ao dever de casa feito pelo prefeito Naumi com o acompanhamento da dona Erika, nós conseguimos, depois de muita luta, num momento tão difícil da economia brasileira, algo desta magnitude. Há casos de uma operação dessas demorar até dez anos. Esse é um processo de desenvolvimento", sintetiza o presidente do Congresso.


Fonte: Prefeitura de Caucaia - Assessoria de Comunicação

Voce pode ler também

0 comentários