Ciro quer repartir o poder com uma mulher

quinta-feira, agosto 09, 2018



Candidato diz que acabar com o preconceito contra a mulher tem que ser na prática e que o Brasil precisa restabelecer um diálogo entre os partidos para o país caminhar. O candidato à presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou ontem que a escolha da senadora Kátia Abreu para sua vice veio da vontade de convidar uma mulher que fosse compromissada com os interesses e necessidades da população. Segundo ele, se tem uma forma de acabar com o preconceito contra a mulher, é repartindo o poder.

Para Ciro Gomes, o PT - Partido dos Trabalhadores e o PSDB também fizeram coisas boas, mas "o problema é que resolveram ficar eternamente no poder, dividindo o Brasil de um jeito tal, que hoje o que a gente vê, por exemplo, na Internet, é um jogo de ódio e violência". "E nós precisamos reunir o Brasil, nossos problemas são muito graves, ninguém é dono da verdade. Precisamos estabelecer um diálogo entre diferentes pra caminhar", completou.

O candidato do PDT - CE, Ciro Gomes, lembrou que Kátia Abreu foi expulsa do MDB Nacional, porque votou contra o Michel Temer, votou contra a reforma trabalhista, contra o teto de gastos que congela o investimento em Saúde, Educação, Segurança, Cultura, Ciência e Tecnologia pelos próximos 20 anos, prejudicando muito o nosso povo mais pobre e a classe média. 


Maiores Informações - Central de Notícias - Mariana Soares


E-mail: centraldenoticiascjlm@gmail.com

Tel.: (0**11) 3062-8332 / (0**11) 99211-4755

Voce pode ler também

0 comentários