Médico diz que situação de grevistas de fome de Lula 'é grave'

quarta-feira, agosto 15, 2018


O médico que acompanha os recrutados pelo MST para a tal greve de fome em nome do presidiário disse hoje que "a situação deles é grave"."São pessoas que se estivessem dentro de um hospital (o grupo está alojado no centro cultural dos jesuítas, em Brasília), teriam uma atenção intensiva". Segundo o médico, os grevistas não comem há 16 dias. Alguns apresentam desidratação e dor de cabeça. Um deles teria perdido 10 quilos.

Voce pode ler também

0 comentários