PF indicia Mantega, Palocci e Joesley por favorecimento à JBS no BNDES

sexta-feira, agosto 24, 2018

Foto: Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil -


Os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci e o empresário Joesley Batista foram acusados na quinta-feira (23/08), de participar de esquema que favoreceu a empresa JBS em financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento - BNDES.

O rombo seria de R$ 1 bilhão. As informações foram divulgadas pela repórter Camila Bomfim, da TV Globo. As irregularidades aconteceram de 2007 a 2016 e foram descobertas na Operação Bullish da Polícia Federal - PF.

Ao todo, foram 7 indiciados. Além dos ex ministros e de Joesley, estão na lista:
Luciano Coutinho, ex-presidente do BNDES;

Caio Marcelo de Medeiros, que ocupou cargos executivos no BNDES na época dos aportes na JBS;

Victor Sandri e Gonçalo Ivens Ferraz da Cunha de Sá, acusados de montarem uma operação financeira para cobrar propina de Joesley referente aos aportes.

Voce pode ler também

0 comentários