Supremo quer evitar que o nome de Lula chegue às urnas

domingo, agosto 12, 2018



Um ministro do Tribunal Superior Eleitoral afirma que a corte talvez não consiga concluir até o dia 30 de agosto a análise do registro do presidiário Luiz Inácio Lula da Silva, mas diz ter certeza de que o caso estará resolvido até o dia 17 de setembro de 2018, para evitar que o nome do petista chegue às urnas.

Auxiliares do PT - Partido dos Trabalhadores na área jurídica já preparam argumentos para tentar garantir a participação do ex-prefeito Fernando Haddad como substituto de Lula nos debates e sabatinas. Citarão o artigo 79 da Constituição que fala do papel do vice-presidente.

Voce pode ler também

0 comentários