“Bolsonaro foi ferido na barriga, mas não mudou a cabeça”, diz Ciro

segunda-feira, setembro 10, 2018

Foto: Equipe de campanha/Ciro Gomes - 

O candidato do PDT afastou a ideia de que a ausência do adversário no debate tenha impactado o desempenho dos demais presidenciáveis


Três dias depois de o candidato à Presidência Jair Messias Bolsonaro (PSL) ter sido atacado com um golpe de faca no abdômen, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou que o presidenciável "foi ferido na barriga, mas não mudou nada na cabeça".

Após participar do debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan News/Twitter de domingo (09/09), Ciro Gomes afirmou que se solidarizou com Bolsonaro e interrompeu sua campanha após a agressão, mas viu que os aliados do candidato do Partido Social Liberal - PSL não mudaram de pensamento e decidiu retomar sua agenda. "Ele foi ferido na barriga. Não mudou nada na cabeça. Então eu fui pra luta de novo", disse Ciro.

Ciro afastou a ideia de que a ausência de Bolsonaro no debate tenha impactado o desempenho dos demais candidatos. Ele afirmou que a ausência "não acrescenta muito", a não ser a falta de uma "posição de ódio" no programa.

Fonte: Metrópoles

Voce pode ler também

0 comentários