Bolsonaro pede inelegibilidade de Haddad por show de Roger Waters

sexta-feira, outubro 26, 2018

Imagem relacionada



A campanha de Jair Messias Bolsonaro pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) investigação para apurar se houve propaganda irregular favorável a Fernando Haddad durante os shows de Roger Waters, informa o jornal O Globo. Em turnê no Brasil, o ex-líder do Pink Floyd fez ataques ao candidato do Partido Social Liberal - PSL durante suas apresentações, chamando-o de fascista.

Os advogados de Bolsonaro também solicitaram que, ao fim do processo, Fernando Haddad e Manuela D'Ávila sejam declarados inelegíveis por oito anos. A defesa do deputado destacou que os organizadores do show receberam dinheiro via Lei Rouanet – ou seja, recursos públicos. Desse modo, alegam eles, houve uma espécie de caixa dois com showmício, o que a Lei Eleitoral proíbe. Jair Messias Bolsonaro 60,6% x 39,4% Fernando Haddad: ainda há muita fumaça na disputa, aguardem cartas...!

Voce pode ler também

0 comentários