Human Rights Watch já se queixa de vitória de Bolsonaro

sexta-feira, outubro 26, 2018





A ONG Human Rights Watch despachou por engano um comunicado em tom alarmado anunciando a vitória de Jair Messias Bolsonaro na eleição presidencial, registra a Folha de S.Paulo. "Bolsonaro, um congressista intolerante e favorável à tortura, venceu a eleição no dia 28 de outubro de 2018 e tomará posse como presidente do Brasil no dia 1º de janeiro de 2019", afirma o comunicado, em inglês.

Procurada, a assessoria da ONG afirmou ter sido um engano e disse que também foi preparado um texto sobre a eventual vitória de Fernando Haddad. "A Human Rights Watch é uma organização não partidária, absolutamente, e durante a campanha não se posicionou nem a favor nem contra nenhum candidato no Brasil, como não faz em nenhum país do mundo", alegou a assessoria.

Voce pode ler também

0 comentários