Paulo Guedes defende reforma da Previdência e projeto para independência do Banco Central do Brasil

terça-feira, outubro 30, 2018

 


Pouco antes de entrar na casa do empresário Paulo Marinho, no Rio de Janeiro, onde se reuniu com Jair Messias Bolsonaro, Paulo Guedes defendeu a aprovação da proposta de reforma da Previdência que está no Congresso Nacional ainda este ano, sem deixar de ressaltar que novas reformas serão necessárias no próximo governo, registra O Globo. "Vamos criar uma nova Previdência com regime de capitalização, mas existe uma Previdência antiga que está aí. Então, além do novo regime trabalhista e previdenciário que devemos criar para as futuras gerações, temos que consertar essa que está aí".
 
O futuro ministro da Fazenda também disse que mandará um projeto para dar independência ao Banco Central do Brasil e que, portanto, a atual transição de governo será a última em que haverá incerteza sobre o comando da autoridade monetária. "Daqui para a frente, como vamos aprovar a independência do Banco Central, saberemos que essa fonte de incerteza [o comando do BC] será eliminada. Essa é a ultima transição que tem essa incerteza". Guedes destacou que a independência será aprovada em projeto de lei. "A essência desse projeto são mandatos não coincidentes", afirmou o economista, que ainda elogiou o atual presidente do BC, Ilan Goldfajn, mas disse que um convite para sua permanência no cargo ainda não foi feito.

Voce pode ler também

0 comentários